Como Não Errar Na Escolha Do Seguro Viagem?

Seguro Viagem

São vários fatores que envolvem uma viagem realmente bem-sucedida. Desde a escolha do destino, hospedagem, companhia aérea, até a contratação do seguro viagem, tudo deve ser cuidadosamente planejado para evitar problemas futuros.

Apesar disso, ainda não é uma cultura entre os brasileiros a contratação de um seguro antes de embarcar. A justificativa para isso é que muitos acreditam que seja algo extremamente caro ou burocrático, o que é um grande erro. Hoje em dia é possível até mesmo contratar um seguro viagem online, sem grandes complicações.

Se você quer saber mais a respeito e conhecer dicas valiosas para não errar na hora da contratação, continue lendo este artigo.

1 – Pesquise com antecedência

Essa é a principal dica para quem não quer errar na hora da contratação. Pesquise muito, em vários sites, se possível. Compare preços e coberturas. Verifique a reputação e avaliações da seguradora no mercado. E, somente então, faça a sua escolha. A pesquisa com antecedência irá evitar que você acabe sendo influenciado pela pressa e deixe de lado coberturas importantes, que podem fazer falta no futuro.

2 – Selecione as melhores formas de pagamento

Pesquisando com antecedência é possível, ainda, encontrar as condições de pagamento que melhor se adaptam às suas necessidades. É possível parcelar, pagar por meio de cartão de crédito, ou outras formas de pagamento, que você pode verificar junto a empresa escolhida.

3 – Não priorize o preço

Não coloque o quesito de preço em primeiro lugar na hora de escolher o seguro. Às vezes, para economizar alguns poucos reais você deixa de contratar coberturas essenciais, não valendo o custo x benefício. O seguro mais caro nem sempre é o melhor, e provavelmente o mais barato também não. Portanto leia todas as condições e compare-as com as suas necessidades.

4 – Analise as coberturas do seu seguro viagem

Verifique se o seu local de destino tem uma cobertura mínima exigida para os seguros viagem, como é o caso da Europa em países membro do Acordo de Schengen. Quando há essa exigência, fazer um seguro com cobertura menor do que a mínima exigida pode trazer problemas futuros. Determine os valores de indenização em caso de morte ou invalidez parcial ou permanente, bem como os possíveis beneficiários nestes casos.

Há também a possibilidade de coberturas adicionais, como extravio de bagagem, despesas judiciais, seguro para dispositivos moveis, cobertura em caso de esportes radicais, entre outros.

5 – Entenda o que está sendo contratado.

Segundo a Assistente de Viagem, o seguro viagem é um serviço de assistência ao viajante, e tem por finalidade cobrir custos relacionados a doenças ou acidentes durante viagens, além de outras coberturas. É válido durante um período pré-determinado escolhido no momento da compra do seguro.

Deste modo, preste atenção a todos os detalhes da sua apólice, para garantir que estará amparado nas situações em que mais precisar. Analise também as datas, de modo que haja cobertura vigente durante todo o período de viagem.

Com essas dicas, basta de programar com antecedência, pesquisar e fazer uma boa viagem, sem preocupações.



Os comentários estão desativados.